Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Feijão


Colheita

Entre nós, ainda se usa o processo manual de colher o feijão por arrancamento manual das plantas, que são levadas para o terreiro, onde se completa a secagem, e depois são batidas. Não se deve esperar que as vagens sequem demais para evitar a perda de sementes por debulha natural no campo. Em grandes culturas, esse processo deverá ser substituído pela colheita mecânica. Passadas algumas horas no sol, as vagens de feijão ficam secas e se tornam mais fáceis de debulhar. Nessa altura já se pode entrar com a combinada para trilhar. É importante lembrar que, como a umidade das sementes de feijão se altera no decorrer do dia, pela manhã, à tarde e à noite devem ser ajustadas as polias da combinada para não provocar quebras excessivas de sementes.

Armazenamento

Em nossas condições, o feijão é colhido normalmente com umidade alta, em torno de 15%, e muitas vezes as sementes abrigam ovos de carunchos que depois eclodem no armazém, trazendo prejuízos elevados. Por isso, após a colheita e no prazo mais curto possível, é aconselhável que as sementes sejam secadas, beneficiadas, fumigadas e armazenadas convenientemente para a sua melhor preservação. A operação de limpeza nas máquinas deve ser feita antes da secagem e esta pode ser feita ao sol ou em máquinas secadoras. Esta precaução é importante porque as sementes secas até 10 a 11% se quebram com maior facilidade. As sementes se conservam bem com 11% de umidade em ambiente de 21ºC. Mas quando a temperatura ambiente se elevar até 26,5ºC, a umidade da semente deverá baixar a 8% para uma conservação segura do produto.

Pesquisadores observaram, nas condições existentes no Estado de São Paulo, que as sementes com umidade de 10,5% se conservaram em perfeitas condições de germinação e até com bom aspecto culinário, desde que fiquem abrigadas da luz.

Segundo testes feitos por Morris, nos EUA, com as sementes de feijão, as temperaturas do ambiente onde foram conservadas influenciaram muito no tempo de cozimento. O mesmo autor verificou que a umidade das sementes conservada influencia profundamente no tempo de cozimento.

O feijão, como é colhido atualmente, envelhece com relativa facilidade e perde seu valor comercial em pouco mais de três meses. No capítulo anterior, referente ao armazenamento, tratamos da secagem da semente até 11% como solução do problema, mas, na prática, o lavrador que está acostumado a colher e a vender suas sementes com 14 a 15% de umidade não pensará em perder de 4% de água vendável, onerando ainda mais o serviço de secagem. Já nas mãos do intermediário, é demasiadamente tarde para a melhoria da sua qualidade, persistindo, assim, a precariedade da comercialização, que ainda resulta na especulação perniciosa.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados