Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Milho


Colheita

O milho semeado em outubro, estará no ponto de colheita entre abril e maio, ou seja, cerca de 160 a 180 dias após a semeadura. O milho deve ser colhido quando a planta estiver bem saca e os grãos não devem apresentar mais de 15% de umidade. Se houver chuvas durante a colheita, deve esperar que as espigas tornem a secar na própria planta e depois reinicia-se a colheita, para impedir que as espigas sejam armazenadas úmidas.

A colheita pode ser executada por processos manuais ou mecanizado, através de colhedeiras.

No processo manual, o colhedor apanha as espigas e coloca-as em jacás ou balaios, despejando-as em pequenos montes denominados balisas ou bandeiras. Depois da colheita da gleba, ou nos últimos dias da semana, é que se processa o amontoamento, agora em montes maiores, que serão transportados aos paióis ou aí permanecerão à espera da debulhadeira.  Esse é o processo corrente entre nós e que apresenta uma série de defeitos, razão pela qual deve ser abandonado. Mesmo que não adote a colheita manual pelo processo da "colheita direta", que descreveremos a seguir, não se deve deixar o milho durante muito tempo amontoado em "bandeiras" ou "balisas", espalhado pela roça. Deve-se procurar amontoar o milho quando se colhe no dia, evitando assim que as espigas fiquem em contato com solo e apanhando umidade pelo sereno ou mesmo de chuvas ocasionais. Em montes maiores já se pode pensar em fazer uma proteção com os colmos das plantas, forrando bem o solo no local onde se vai iniciar o monte e depois os cobrindo, também com os colmos do próprio milho.

Manual

A colheita manual também pode ser executada por um outro processo denominado de "colheita direta", que é mais rápido e não apresenta os inconvenientes que acabamos de descrever acima. Os colhedores nesse caso conforme vão colhendo as espigas, atiram-nas em uma carroça ou carreta que os acompanha na mesma marcha que se desenvolve a colheita. A carroça ou carreta possui um anteparo de pano colocado no centro e acima da carroceria no sentido de seu comprimento, tal como um lençol no varal, permitindo que os colhedores de ambos os lados da carreta atirem as espigas de certa distância aos quais batendo nesse anteparo tem sua queda amortecida, caindo dentro do veículo. Esse processo é mais racional, evitando a exposição das espigas à umidade e pragas, e o milho pode facilmente ser transportado a locais abrigados, sem ter necessidade de ficar amontoado  na roça.

Mecânica

A colheita mecanizada é executada por colhedeiras e seu emprego somente se justifica em áreas, acima  de 50 ha. A colheita mecanizada tende a expandir-se rapidamente, não só pelas facilidades de financiamento, mas também pela aquisição por cooperativas e alocadas a seus associados, pequenos agricultores que não tem condições de adquiri-las.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados