Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Aipo


Plantio

Para o seu cultivo, torna-se necessária a aquisição de sementes de firmas importadoras, visto que as plantas não as produzem em nossas condições climáticas.

A semeação deve ser efetuada em canteiros de 1,20m. de largura com o comprimento necessário para a produção das mudas desejadas, não devemos ultrapassar 20 metros para facilitar os tratos culturais e irrigações.

Os canteiros devem ter a altura de 10cm acima do nível do solo a fim de dar escoamento ao excesso de umidade e evitar as enxurradas.

Devem receber a seguinte adubação:

- Esterco curtido de curral..................................................................15kg/m2
- Adubo químico 10-10-10..................................................................200g/m2

Esses adubos deverão ser incorporados ao solo oito a dez dias antes semeação, que é efetuada em sulcos espaçados de 15cm no sentido transversal ao comprimento do canteiro, cobrindo-se as sementes com 0,5cm de terra bem destorroada.

Após essa operação, o canteiro é coberto com capim seco sem sementes, regando diariamente até o início da germinação. Quando esta se iniciar, retira-se toda a cobertura, de uma só vez, à tarde.

Tendo, as sementes, bom poder germinativo, ou seja, acima de 60%, emprega-se um grama por metro quadrado de canteiro. Um grama contém, em média, 2.500 sementes.

O canteiro de semeação deverá permanecer sempre limpo, evitando-se, assim, a concorrência de ervas más.

Se houver aglomeração de plantas nas linhas é de toda a conveniência efetuar um desbaste para que as mudas fiquem mais espaçadas e se desenvolvam mais vigorosas.

O transplante deverá ser efetuado quando as mudas apresentarem seis a oito centímetros de altura e quatro a cinco folhas definitivas, o que se entre sessenta e oitenta dias após a semeação.

O transplante deve ser feito em valetas de 25 centímetros de profundidade e distanciadas de 90 centímetros entre si, nas quais as mudas serão plantadas no espaçamento de 30 centímetros. Nessas condições de plantio, haverá facilidade para após o desenvolvimento das plantas, efetuar-se o seu estiolamento.

Quando o aipo se destina às indústrias e caso não exijam o produto estiolado, o espaçamento poderá ser diminuído para 50cm entre as linhas e 20cm entre as plantas.

É aconselhável não irrigar o canteiro de semeação dois dias antes do transplante, para tomar as mudas mais resistentes às condições adversas que poderio encontrar no local definitivo.

Irriga-se bastante na ocasião do transplante, a fim de facilitar a retirada das mudas.

Para os solos de mediana fertilidade, é aconselhável a seguinte adubação, por metro linear de valeta:

- Esterco de curral curtido........................................................................8 kg
- Adubo químico 10-10-10......................................................................200gr

Tais adubos devem ser incorporados ao solo oito a dez dias antes do transplante.

O esterco de curral poderá ser substituído pelo composto na mesma quantidade, ou por esterco de galinha, na quarta parte ou, ainda por torta de mamona ou de algodão, no peso equivalente a um décimo do recomendado. A torta de mamona ou de algodão, ou, esterco de galinha deverá ser incorporado ao solo, um mês antes do plantio para bem se decompor. Se não chover após a aplicação de um desses adubos, irriga-se semanalmente, para favorecer a sua decomposição.

A rotação de ve ser feita com ortaliças de outra família, tais como bata ou rabanete.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados