Início Pecuária Agricultura Aquicultura Horticultura TV Criar e Plantar

Busca no Site

Seções

Batata-Doce


Colheita

A melhor época para colheita de batata-doce é a estação do inverno, quando a planta está em repouso e a qualidade do produto é melhor. Contudo, pode-se ter a batata-doce durante quase todo o ano, em bom estado para mercados. Basta que se faça o plantio em diferentes épocas e que se cultivem variedades precoces ao lado de variedades tardias.

Variedades precoces, como a Yello Yam, Jacareí ou Rama-Roxa e I.A.C.-Castelo, produzem raízes com bom desenvolvimento para a colheita desde o terceiro ou quarto mês, alcançando o máximo de produção já no quinto ou sexto mês.

Outras variedades tardias, como Viçosa, a Santo Amaro e a Capela levam mais alguns meses para completar a maturidade. A colheita deve ser iniciada após o sétimo mês de idade, podendo o ciclo vegetativo ser prolongado com aumento de produção até 9 ou mais meses.

A época da colheita, em última análise, depende dos preços do mercado e das necessidades do agricultor, que deverá arrancar de cada vez a quantidade necessária de raízes, a fim de evitar o armazenamento prolongado e prejuízos causados pelas podridões durante esse tempo.

Métodos de colheita: Em pequenas áreas, a colheita deve ser feita com enxada ou melhor usando gadanhos de quatro dentes, instrumentos muito práticos para esse fim.
Nas grandes culturas, a colheita deve ser mecanizada. Os melhores resultados nessa operação, são obtidos com o arado de aiveca reversível tipo “Rud Sack”, ou com o arado de disco. Estas máquinas dão melhores resultados que os sulcadores e as colhedeiras de batatinha. Enterram menos as raízes, não desmancham as pencas e deixam o produto colhido apenas em um dos lados do risco, facilitando a catação.

O arado de aiveca é mais leve, de mais fácil manejo do que o de disco, mas exige a remoção prévia das ramas para não embaraçar o trabalho da máquina. Pode-se evitar o trabalho da prévia remoção das ramas, adaptando no apo do arado um disco articulado, de bordo e cortante que forçado por uma mola, roda sobre as ramas, cortando-as.

Quando a cultura da batata-doce é feita para aragem, as ramas podem ser utilizadas na alimentação. Nesse caso não é necessário fazer adaptação ao arado de aiveca para a operação de colheita, pois as ramas são necessariamente removidas antes da colheita. Quando a batata se destina aos mercados, recomenda-se o máximo cuidado na colheita pela necessidade de não ferí-la, pois isso a deprecia comercialmente, tornando-a mais sujeita à podridão.

Catação, classficação e armazenamento: A catação de batatas no campo, logo após a colheita é feita a mão, podendo-se, em seguida. usar gadanho para remover a terra e retirar as batatas que, eventualmente fiquem enterradas. A classificação, quando o produto se destina aos mercados exigentes, deve ser feita durante a catação. Separa-se, nessa ocasião, o produto em dois tipos: mercado e descarte ou forragem. O primeiro, com raízes de tamanho médio, sadias, bem conformadas e típicas da variedade; o segundo, com raízes demasiadamente grandes, defeituosas, estragadas, muito pequenas, enfim todas as batatas que apresentam qualquer defeito que deprecie o produto do mercado.

Os dois tipos devem ser acondicionados, separadamente, em caixas, barricas, cestas, jacás,etc., cuidando-se sempre de não ferir as batatas. O acondicionamento em sacos de pano ou outra embalagem deformável costuma não proteger bem as batatas recém-colhidas contra esfoladuras e mesmo esmagamento durante o transporte causando ferimentos que provocam as podridões durante o armazenamento.

A fim de se dar melhor aspecto ao produto, possibilitando maiores cotações comerciais, as raízes podem ser lavadas após a colheita, assim a aparência das raízes, nestas condições, melhora extraordinariamente.

Quando não for possível enviar logo o produto ao mercado, deverá ele ser armazenado, durante o tempo de espera em lugar bem abrigado de vento, da chuva, do frio e do sol. O acondicionamcnto deve ser feito preferivelmente em caixas, como veio do campo, devendo-se conservar os tipos separadamente. Para não ferir as raízes nem facilitar a propagação da podridão é aconselhável evitar o mais possível o manuseio das raízes durante o armazenarnento.

Quando se deseja armazenar as batatas por vários meses podem elas ser estiatificadas de permeio a camadas de casca de arroz ou areia lavada de modo que fiquem camadas alternadas da batata e do material protetor.

Email:
Senha:


Esqueci Senha
Cadastre-se
Receba as notícias
© 2001 - 2013 Criar e Plantar - Todos os direitos reservados